sábado, dezembro 16, 2017

Coscorões (com Farinha de Espelta)

 Já tive oportunidade de testar novamente os coscorões com a farinha de espelta e ficaram deliciosos. 

Não tive tempo dos fotografar e agora só repito no Natal, mas vou deixar-vos a receita, e depois actualizo a foto, embora estes (da foto) também sejam de espelta.

500g Farinha de Espelta
1 c.(chá) Sal
1 c.(chá) Fermento (opcional)
1 Cháv. Sumo Laranja
Raspa de Laranja
6 c.(sopa) Azeite
Àgua morna (quanto baste)

Óleo de Girassol
Mistura de Açucar e Canela (a gosto)


Coloquei a farinha, o sal, o fermento e raspa de laranja numa tigela. Misturei.

Abri uma cavidade no meio e nela deitei o azeite e o sumo de laranja. Comecei a misturar, adicionando aos poucos água morna, até conseguir unir tudo numa bola de massa.

Numa superficie enfarinhada, amassei até obter uma bola de massa lisinha que não pode ficar muito dura e seca.


E está pronta a fritar...

É só estender pedaços o mais fino possível, fazendo uns cortes no meio com uma faca e fritar em óleo bem quente. Depois, deixá-los secar um pouco sobre papel absorvente e por fim polvilhar açucar e canela.


Notas: Esta massa não precisa descansar. No entanto pode ser guardada no frigorifico enrolada em plástico filme por 2, 3 dias.

Porque é dificil estender a massa e fritar ao mesmo tempo mantendo uma boa temperatura do óleo, o que costumo fazer é estender e cortar uns quantos, frito, depois desligo o óleo, estendo mais uns quantos e volto a fritar.

quinta-feira, dezembro 07, 2017

Tarte de Abóbora e Noz


Faz tempo que andava para fazer a tarte de abóbora, tão famosa entre os americanos. Vi várias receitas mas como raramente tenho paciência para seguir tudo à risca, acabei por fazer uma cá à minha maneira.

Queria ter feito uma base de aveia e tâmaras mas...estou sem processador, não ía dar. Assim sendo escolhi a farinha de espelta, menos má que a de trigo.

Usei... para a massa...

200g Farinha Espelta
1 pitada de Sal
1 c.(café) Erva Doce
1 c.(sopa) Açucar (usei amarelo)
3 c.(sopa) Óleo Girassol (ou outro)
Água Morna q.b.

Numa tigela deitei todos os ingredientes, à excepção da água.

Fui deitando água aos poucos e amassando, até unir tudo numa bola de massa uniforme (que não deve pegar nas mãos mas também não deve ficar muito dura e seca).

Enrolei em plástico filme e guardei no frigorifico enquanto fiz o recheio.

Para o recheio, usei...

800g Abóbora
200g Batata Doce
1 Cháv. Bebida de Soja (ou outra bebida vegetal)
1 Cháv. Açucar (usei amarelo)
3 c.(sopa) Amido de Milho
1 c.(chá) Agar Agar em Pó (2 c. em flocos)
1 c.(café) Erva Doce
1 c.(sopa) Canela
1 Cháv. Nozes (depois trituradas, a gosto)

Cozi a abóbora e a batata em água e sal. Escorri e esmaguei bem com um esmagador de batata (mesmo dentro do tacho).

Num fervedor deitei o leite e desfiz nele o açucar, o amido, o agar agar, a erva doce e a canela. Deixei aquecer bem mas sem deixar ferver.

De volta ao tacho (fora do lume), adicionei o leite aos poucos e mexi delicadamente para incorporar com o puré, para que ficasse mais fofo e macio.

Provei, e como achei que estava insosso, adicionei mais um pouco de sal e mais um pouco de canela.

Adicionei metade das nozes e envolvi.

Para montar a tarte, pincelei a forma de fundo amovível com óleo e polvilhei farinha.

Estiquei a massa com um rolo, numa superficie enfarinhada, e forrei a forma, picando o fundo com um garfo.

Deitei o recheio e polvilhei nozes trituradas por cima.

Levei à Patusca com resistência de baixo ligada, até massa estar assada, (quando está sequinha nas bordas está boa), e depois com resistência de cima ligada para corar e torrar um pouco as nozes.

Notas: Esta quantidade de puré encheu uma forma de... (vou ver os cms)
Lógico que podem fazer só com abóbora ou só com batata doce. Eu fiz com as duas porque achei que tinha pouca quantidade de abóbora para encher a forma. Dependendo da altura da forma que usarem podem nem precisar de tanta quantidade de abóbora e/ou batata.

Deve manter-se no frigorifico para manter a consistência ou amolece demais.

Com a massa que cortei das bordas da forma, fiz estes coscorões... Foi só esticar bem fininha, fazer uns cortes e fritar em óleo bem quente.